sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Espelho Magico





É apenas mais um dia na vida de joana. E certamente Joana faria o que fazia todos os dias: estudar, assistir alguns videos no youtube, conversar com alguém pela internet, e quem sabe marcar de sair com alguma amiga. É sua rotina diária. Nada muito diferente disso. O que mais poderia acontecer?

Mas hoje a vida lhe reservava uma surpresa que ela jamais poderia imaginar.  Apos tomar o seu café da manhã e seu banho Joana voltou ao seu quarto. Mas ela nota algo que não estava lá. Um embrulho. é um presente. Joana não faz ideia de como aquilo foi parar lá.

Ela desembrulha e encontra um espelho. E um bilhete que dizia:  "  Esse é um espelho magico. Ao olhar para ele você encontrará aspectos de si mesma que talvez sequer faça ideia que exista. Alguns serão agradáveis outros nem tanto.."

Joana le o bilhete mas não entende bem o que ele quer dizer.  E nem faz ideia de quem possa ter envido um presente tão inusitado.  Mas já que o espelho está lá Joana resolve usa-lo para ver o que acontece.

Ela olha para o espelho e não vê a si mesma, ou pelo menos não se parece com ela no primeiro momento. Joana não vê apenas uma imagem diferente, vê uma personalidade diferente.  Tão diferente que ela lhe dá um outro nome : Luana. Mas é como se Luana fizesse parte dela mesmo que Joana não fizesse ideia de sua existência.  E Luana de certa forma dominava as reação de Joana em certas situações.

Então falarei um pouco sobre o que Joana viu sobre Luana.  Joana ficou realmente espantada com Luana. Como poderia ter esse aspecto Joana parecia o oposto de Luana em muitas coisas. Principalmente em uma coisa: Joana se sentia muito culpada por ter recebido tanto da vida e dado tão pouco.  Mas Luana não, Luana sentia que a vida a devia.

Afinal a vida foi responsável pelo seu isolamento fazendo-a tão diferente em um mundo que não sabe lidar com as diferenças.  Sendo assim seu isolamento inevitável  não importa o que fizesse.  E para receber isso ela não precisava fazer nada. Bastava ser quem era.  Não parecia justo e isso fez com que crescesse uma revolta em Luana.

Mas Joana não viu apenas isso. Ela viu também o que fez a Luana.  E Luana não era um aspecto bem vindo. Revolta não era compatível com quem Joana achava que deveria ser.  Ela prendeu Luana e tentou impedi-la de se manifestar.  Mas Luana sempre encontrava uma manira de agir sem Joana perceber.  E Joana ficava totalmente espantada se alguém a achava agressiva.

Mas poe mais que tentemos esconder certos aspectos eles sempre aparecem de uma forma ou de outra.  E Luana que aparecia deforma imperceptível a Joana ( embota não tanto para os outros)  começou a aparecer de forma mais obvia para ela.  E Joana ficou realmente atônita com certas reações suas.  Não pareciam suas. mas era suas. Era de Luana, uma de suas partes escondidas.

Começou a aparecer a raiva de uma forma que Joana jamis sentira antes.  Ela começou a se ver revoltada com qualquer pequena frustração.  E ao ver Luana no espelho magico Joana compreendeu porque. Havia um sentimento que dizia mais ou menos assim: " Já que a vida dificultou as coisas para mim durante tanto tempo agora deveria facilitar um pouco."  E está sendo de certa maneira. Mas para Luana facilitar parece ser o seguinte: " Que tudo o corra da forma que ela quer". O que realmente não está acontecendo em vários aspectos.  E isso gerou revolta.

E quando Luana saiu de sua prisão ela parece ter dominado Joana por um tempo.  E uma enorme revolta foi o que Joana sentiu com mais intensidade.

E ao ver tudo isso em seu espelho Joana conseguiu compreender suas ultimas atitudes.  E compreendeu também que é preciso olhar com compaixão para Luana. Ao invés de começar uma briga interna e dizer que esses sentimentos não deviam existir.  Isso apenas aumentaria a revolta de Luana. E no final das contas tudo o que Luana quer é ser compreendida.











Nenhum comentário:

Postar um comentário