terça-feira, 31 de julho de 2012

O caminho



Uma amiga de Joana escreveu a seguinte frase:

"A vida adora nos pregar peças, quando acreditamos que somos o que acreditamos, surge algo para nos deixar em duvida da nossa real capacidade e consciencia, algo que nos faça mudar de opinião e forma de visualizar a vida."




E ao ler Joana sentiu como se a amiga tivesse entrado em sua alma e tivesse traduzido para ela como ela se sentia. Joana nem sempre conseguir traduzir exatamente o que sente.  As vezes ela percebe apenas que se sente mal, mas não consegue explicar o que exatamente a faz se sentir mal.   Como se Joana precisasse de um tradutor para chegar ao próprio coração.


 E realmente somos o que acreditamos.  Joana ouviu isso de diversas fontes. Foi-lhe garantido que tal frase era totalmente verdadeira. Mas talvez Joana tenha entrado nisso com expectativas infantis demais.  E Joana também foi avisada quanto a isso.


Se acreditar é o mais importante poque algumas coisas não funcionam mesmo quando acreditamos?  é verdade que não podemos esperar que tudo saia da maneira que queremos.  No entanto quando Joana ouvia isso parecia ser a supra suma garantia de não tinha como dar "errado".  é como se isso tivesse sido garantido a ela. E cada vez que desse "errado" fosse como uma falha na promessa. 


E ao mesmo tempo cada passo "mal dado"  a fizesse se questionar se ela realmente está fazendo direito. Já que lhe disseram que não teria como "errar " com esses passos.  E então Joana duvida de sua própria consciência e capacidade. 


Joana sabe que é infantil esperar resultados do dia para noite.  A questão é que ela não começou ontem.. srsrs.. Já faz um tempinho. 


Mas quando se está aprendendo a andar se cai algumas vezes.. e  assim vai Joana em um interminável dialogo interno..  Em que a realidade do que está sendo se confronta com a imagem idealizado do que ela achou que seria. 


Isso as vezes a desanima, ou até mesmo a fez desabar. Mas não por muito tempo.  Pois no dia seguinte Joana sempre está pronta para recomeçar.  E a cada dia que passa Joana amadurece mais.. meus que as vezes  não parece ser assim aos seus próprios olhos...


Joana gostaria de não duvidar nunca. Aluas outra coisa que foi garantida foi que isso era uma escolha.  Mas não parece a duvida vem mesmo sem ser convidada.  mas já fui pior.. Joana já teve certeza de sua incapacidade.Agora Joana já viu que é capaz. Mas mesmo assim não é um sentimento que vai embora facilmente.. é como se estivesse colado.  E quando Joana começa a achar que conseguiu supera-lo ele surge novamente.


Lhe garantiram que quando ela visse seus padrões poderia dissolve-los. Mas parece que alguns são realmente teimosos.. srsrs.. E as vezes é cansativo ve-los uma e outra vez.. e de novo..  Por isso é preciso ter persistência no caminho.


mas a verdade é que tiveram mudanças que realmente aconteceram.   E Joana precisa olha-las para conseguir continuar o caminho.


 E então um dia, não importa o tempo que demore, Joana será como essas pessoas que parecem nunca dividar de si mesmas.. mesmo que elas sejam vistas por muitos como arrogantes e pretensiosas Joana sempre as admirou.  E realmente tem acho que não lhe faria mal alguma dose de pretensão.  Não demais mas só uma pequena dose. Apesar de suas crises Joana continua o caminho e sabe que chegará onde  precisa chegar.











domingo, 15 de julho de 2012

Mundo dos Sonhos





Existe uma musica que Lulu Santos canta chamada apenas mais uma de amor. Na musica ele se refere a um amor. E viver esse amor seria uma ideia que existe na cabeça  mas que não tem a menor pretensão de acontecer.  Joana de certa forma sempre se viu nessa musica. Mas não exatamente na parte do amor, e sim em tudo.

Por suas ideias e planos que parecem nunca se materializar. Pelo emprego que ela sonha e que nunca chega.  Pela viagem que ela  planejou fazer e nunca fez. Pelos amigos que ela tentou encontrar e nunca aconteceu.

Joana já ouviu, já leu sobre a importância da imaginação para concretizar as coisas. Mas ou não é bem assim ou Joana não captou o que isso realmente significa.

Mas no fundo Joana prefere que fique na mente porque lá tudo pode sair como ela quer, ela tem maior controle.  Talvez por isso tantas ideias fiquem presas e não se materializem.

Isso está mudando devagar, aos poucos as coisas estão se materializando mais.  Mas o precesso de materializar as coisas é bem mais desafiador do que simplesmente sonhar acordada e criar um mundo como você quer em sua mente. 


Um mundo maravilhoso ao seu ver e ao qual você não faz a menor questão de tornar real. Como uma ideia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de acontecer. Mas quando você se desliga do mundo real e vai para lá sente alivio. E uma satisfação que parece não estar disponível a você no mundo real.


E exatamente porque esse mundo fantasioso parece tão melhor se torna difícil ir para o mundo real.  E para materializar algo é preciso estar no mundo real. Quando Joana conseguir isso talvez então ela consiga tornar real seu mundo dos sonhos.