sábado, 20 de agosto de 2011

Se Aventurando no Mundo Exterior



Depois de se aventurar pela internet e de ter tidos altos e baixos nela Joana decidiu que já era hora de não ficar apanas na internet. Decidiu então partir para a aventura no mundo real. Porém havia um pequeno problema. Ela não tinha com quem fazer isso... Seus amigos eram praticamente todos virtuais. Seus melhores amigos eram virtuais. E moravam em outra cidade.

Joana até tentou convidar os poucos amigos virtuais que moravam perto dela. Mas parece que ninguem podia. Quando conseguia marca algo acontecia e a pessoa desmarcava. Será que ninguem queria sair com ela? Pensou. Talvez não fosse o momento talvez ele precisasse de um pouco mais de isolamento para descobrir mais sobre si mesma antes de rt para o mundo exterior.

E Joana fez isso embora a vontade de ir ao mundo exterior crescesse dentro dela e não conseguir sair do seu quarto a frustrava um pouco. Afinal Joana estava começando a ver que poderia ser legal se aventurar pelo mundo, conhecer pessoas, fazer amizades, mas parecia estar impedida.

E demorou um tempo para surgir as primeiras oportunidades de amizades reais. E Joana se espantou com o fato de que as pessoas gostaram dela. Parece que ela não acreditava em sua própria simpatia. Joana ainda está asindo pouco mas ela percebe que não é incapaz de fazer amizades, que fazer parte da vida de outra pessoa não é uma impossibilidade. Joana ainda não está tão inserida no mundo real como gostaria. Mas está mais so que acreditava. Até porque ela não acreditava que um dia realmente pudesse fazer parte do mundo real. Então o que Joana conseguiu já está além de suas expectativas e mesmo das expectativas de muita gente que a conheceu. E assim a medida que Joana conquista confiança em si mesma mais ela se insere no mundo real.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Escondendo a Beleza

beleza

 

Há muito tempo a Flor decidiu

iria esconder sua parte mais bela

sua parte mais preciosa. Não podia

deixa-la a mostra… Era perigoso!!1

 

Se outros vissem sua beleza

seus talentos únicos

surgiria a expectativa. E com ela

a queda no desempenho. Pois A Flor

nunca funcionou bem sob pressão

e ela não poderia conviver com

a obrigação de ter êxito

 

Não!!! Melhor que não esperassem nada

melhor que a vissem como incapaz

e assim a Flor escondeu tudo

o que existia de melhor dentro de si mesma

e espalhou ao mundo uma mentira

a mentira de que era incapaz de viver sozinha..

 

E fez isso tão bem que a mentira

se tornou verdade até para ela mesma

seu melhor estava tão escondido que

nem a própria Flor conseguia ver…

E as Flor passou a acreditar na mentira

que ela mesma inventou

 

Mas o que brilha não pode ser

escondido para sempre. O que brilha

arruma uma maneira de sair e ser visto

E  é isso que está acontecendo com a Flor

que remoça a enxergar a própria beleza.

sábado, 6 de agosto de 2011

A raiva que moveu Joana

raiva

 

Joana começa a postar na internet. Começa a se expor mais. Começa a fazer amizades virtuais. Muitas apenas superficiais. Mas algumas bem verdadeiras. E então nesse processo ela encontra a Daniela. E elas se tornam grandes amigas. Daniela também está passando por mudanças significativas em sua vida. E então elas passam a compartilhar o processo.

Juntas elas até fazem uma comunidade. Que no começo foi ótima. No entanto a amizade de Joana e Daniela passou por uma crise. Ambas estavam em fases diferentes. Com visões de vida totalmente diferentes. E essas fazes se conflitaram. E a amizade foi abalada e Joana ficou profundamente magoada. A ponto de não querer ver ou falar com a amiga. E como resultado disso a comunidade acabou.

Joana então foi tentada a voltar a trancar a porta do seu quarto, a mais uma vez não permitir que ninguém entrasse. Não parecia valer a pena. Não parecia que se aventurar fora do quarto tinha trazido algo de bom em sua vida.

Mas Joana já estava diferente. Em pouco tempo percebeu que ela não voltaria a ser como antes. Não tinha mais como.  Joana não reagiu a esse conflito se retraindo, como havia feito em toda a sua vida. Não!!! Dessa vez ela ficou com raiva.

Uma raiva tão grande que a moveu. Essa raiva foi o que impediu mais uma retração de Joana. Agora não tinha mais jeito ela iria continuar se expondo.  A raiva pela primeira vez havia superado o medo que a levava a retração. Joana não estava sequer se reconhecendo ´porque a atitude que ela estava tendo era bem diferente da habitual.

Ao invés de se retrair Joana se expos mais. Em sua raiva ela pensava: “não vou deixar de fazer o que sinto vontade por causa de ninguém”. Etendam que esse não era um pensamento típico de Joana. Foi preciso muita raiva para ela chegar a pensar isso.

Joana começou a participar ativamente de outras comunidades. E até fez um blog. Que para sua surpresa muita gente gostou. E até se identificou. Joana não esperava pois se achava tão diferente que achava que ninguém se identificaria com algo que ela escrevesse. Mas Joana percebeu que mesmo pessoas aparentemente bem diferentes dela se identificavam. Joana então viu que as pessoas em geral são até bastante parecidas. O que muda não são os sentimentos emoções. Não existe pessoa que nunca sinta medo, ansiedade, insegurança… O que muda é apenas a maneira de lidar com essas emoções.

Nesse período esse foi o principal aprendizado de Joana. Com o tempo Daniela e Joana se encontraram e voltaram a se entender. Se tornaram novamente grandes amigas. E Joana percebeu que essa briga foi na realidade uma benção. Pois através dela que Joana conseguiu reunir a coragem para se expor mais. Além do fato de não ter perdido nada na realidade, afinal a amizade não acabou apenas se tornou mais forte.