terça-feira, 26 de julho de 2011

Rua da Incerteza

incerteza

 

A Flor está no limite

em mais uma daquelas ruas

que parecem sem saída..

 

Indo por um caminho

o qual não tem certeza

se a levará onde ela gostaria..

 

A Flor sempre gostou da segurança

mas agora caminha na rua da incerteza

uma rua que a Flor nem consegue ver

se é realmente sem saída

 

Quando algo parece ao seu alcance

esse algo parece se afastar

e fugir da Flor. E por mais perto

que esteja parece inalcançável.

 

Como se estivesse a um palmo da Flor

mas quando a Flor anda um palmo

esse algo também anda um palmo

 

Como uma distancia que se mantem

constante por mais que a Flor ande

sem saber se haverá mesmo um dia

em que a distancia será eliminada

mas ainda assim a Flor

caminha com esperança

na rua da incerteza…

2 comentários:

  1. Olá Luciana.
    Post divulgado no blog Teia.
    Até mais

    ResponderExcluir
  2. Talvez se a flor fosse com mais sede ao pote e não se preocupasse em se perder nesse caminho meio incerto ela alcançaria o que parece (e está) tão perto...

    ResponderExcluir