sexta-feira, 19 de novembro de 2010

A Fuga da vida

fuga

 

A Flor percebeu

sua vida era uma grande

e constante auto defesa

 

A Flor se defendia

contra a rejeição

A Flor se defendia

contra a critica

contra a possibilidade

de ser rejeitada

 

A tamanha defesa

levou a Flor a fuga

A Fuga dos sentimentos

a fuga da experiência

a fuga da vida em si

 

A Flor percebeu que

tamanha defesa a

impedia de viver

então resolveu parar

de se defender e

viver mais. Não

mais fugir da vida

2 comentários:

  1. Lindo, quando fugimos adiamos o mal, e enfrentando estamos dando mais um passo para uma vida melhor, adorei seu poema.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  2. Amei Querida Luciana!
    Sempre seguir adiante é o lema dos guerreiros da Luz!
    Parabéns pela singela poesia!
    Bjos querida!

    ResponderExcluir