domingo, 31 de outubro de 2010

Deixando de ser Sanguessuga

borneo_3683

Após algumas descobertas sobre si mesma

A Flor se sentiu uma sanguessuga

Afinal ela percebeu algo

Ela percebeu o quanto sempre

sempre exigiu ser compreendida

e o quanto era indisposta a compreender

 

E então a Flor se sentiu como se fosse

totalmente incapaz de dar

capaz apenas de tirar de ser

enfim uma sanguessuga

 

Mas expandir a consciência

é algo que realmente transforma

e agora já há quem a considera compreensiva

em uma mudança não forçada

totalmente espontânea

 

E a Flor se alegra ao descobrir

que pode ser realmente compreensiva

que também pode dar

ou invés de apenas tirar

2 comentários:

  1. OI Luciana.
    Post publicado .
    Até mais.

    ResponderExcluir
  2. Olá Luciana !!!

    Gostei muito do texto, objetivo, verdadeiro e belo !
    Para nos livrarmos de alguma característica que além de nos incomodar, é nociva, é preciso antes de tudo esta consciência para mudar.
    Adorei !

    Grande beijo !

    ResponderExcluir