sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Suicídio Simbólico

A Flor ao visitar o blog
de um amigo seu
descobre que esse seu amigo já
pensou em suicídio

E como ultimamente absolutamente
tudo, mesmo uma frase boba,
está fazendo com que a Flor reflita

A Flor imediatamente se perguntou:
Porque será que a maior parte
das pessoas com quem ela está
se entendendo mais no momento
já pensaram em cometer tal ato?

Afinal dizem que atraimos tudo
então deve haver alguma razão
para que a Flor atraia tanta gente
que já esteve pré disposta a tal ato

A Flor apesar dos problemas
nunca pensou nisso. Mas vendo
bem a situação ela não pensou sobre isso
A Flor fez. A Flor se suicidou

Não. Não estou falando de ingerir
um veneno e ganhar passagem para morar
debaixo da terra em um caixão qualquer

Não. Foi um suicídio simbólico
Um suicídio em vida
A Flor continuava suas atividades
Mas ela havia desistido de si mesma

A Flor se via como um problema
um problema sem solução
um fardo aos outros

A Flor "vivia" em função dos outros
O que ela sentia o que ela queria
passou a não ser importante
A Flor apenas existia

Acho que é correto afirmar
que isso é uma espécie de suicídio
afinal é estar na vida
sem realmente vivê-la

Mas algo está se agitando na Flor
parece que algo está despertando
E fazendo com que a Flor renasça.

2 comentários:

  1. De certa forma queria abordar esse tipo de suicídio, que aconte com frequência não rara.

    ResponderExcluir
  2. Muito profundo esse poema... Concordo contigo em relação a morrer em vida. Acho que é o que mais acontece com as pessoas. Desistiram de viver, apenas sobrevivem.

    ResponderExcluir