terça-feira, 28 de setembro de 2010

Repulsa

A Flor prossegue seu processo
e nele seus reais sentimentos
passam a aparecer.

E a Flor descobre algo
ela não é tão indiferente
a certas coisas como achava

Pelo contrario sua indiferença
é algo que esconde seus reais sentimentos
as vezes medo, as vezes total repulsa
provavelmente uma mistura dos dois

A Flor descobriu que evita
certas experiências de vida
com uma repulsa total a essas
experiências. Quase como se vive-las
significasse a sua ruína

Mas agora que a Flor tomou
consciência disso. Ela
trabalhará essa repulsão
Pois no fundo a Flor sabe
Não há menos necessidade de evitar
experiências sejam elas quais forem

sábado, 25 de setembro de 2010

Mhia - A menina que resistiu ao fato de ser uma princesa

A Flor assistiu ao filme o Diário da princesa há alguns anos atrás. E apesar de o filme ser infantil e dela não ser mais criança a Flor se identificou com Mhia em muitos aspectos. Nesse texto abordarei alguns deles:

Mhia era uma menina tímida e nada popular. Tinhas apenas uma amiga no colégio. E era muito zoada por praticamente todo mundo. E tudo bem. Ela se conformou com isso.

Um dia a avó resolve aparecer na vida dela. E com ela traz uma noticia surpreendente: Seu pai, que ela nunca chegou a conhecer pessoalmente, e que faleceu a pouco tempo era o rei de um país. O que a tornava uma princesa.

Sua a avó lhe contou isso. E disse que aceitava o desafio de transformá-la em uma princesa. E que mais tarde ela reinaria o tal país. A essa altura Mhia que já estava bastante surpresa falou: Para tudo!! reinar!? Eu nunca liderei na nada, nem na escola, nem nos escoteiros... Meu corpo ainda nem acabou de mudar. E além do mais. Eu não quero ser uma princesa.

A Flor não lembra das palavras usadas no filme mas a essência da reação de Mhia está aí. Depois de ter dito tudo isso Mhia saiu correndo.

Mhia ficou muito chateada com a mãe por ela ter escondido que seu pai era um rei. E reenterou a mãe que não queria ser uma princesa. Uma das coisas que ela disse foi: "as pessoas já me acham muito esquisita imagina só com uma Tiara".

Mas a avó e Mhia fizeram um acordo. Nele Mhia prometia não aceitar nem recusar a proposta de realeza até o baile onde ela tomaria "posse" digamos assim. Enquanto isso iria as aulas de princesa. E a avó se comprometeu a não cobrar uma resposta até lá.

E assim Mhia começou a frequentar as aulas o que gerou nela uma verdadeira transformação. Tanto na aparência física quanto no seu interior. E gerou algumas repercussões exteriores. Nem todos aceitaram bem sua mudança.

Apesar de toda a sua resistência interna no final Mhia aceitou o fato de ser uma princesa.

Com a Flor as coisas aconteceram de modo muto semelhante. Quando um amigo lhe disse que ela passaria por uma transformação que mais tarde lhe possibilitaria ajudar outros. A Flor achou um absurdo. E as vezes ainda acha. Afinal ela era apenas uma menina muito estudiosa que todos zoavam e ninguém levava muito a serio. Mhia resistiu ao fato de ser uma princesa. E a Flor resistiu ao fato de luz e sabedoria residirem dentro dela. Se isso fosse verdade sua vida não seria uma confusão.srsrsrs

Mas mesmo com essa resistencia as transformações aconteceram e ainda acontecem e sua vida. E assim a Flor segue suas aulas de treinamento para se tornar ou ver a princesa que existe dentro dela.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A crença de ontem

Durante a sua vida
a Flor se agarrou a coisas
que ela considerava serem
benéficas a ela

Um exemplo perfeito seria:
a crença de que ela apenas poderia
ser estudante e estudar e de mais
nada se ocupar durante sua vida

A Flor se agarrou a essa crença
como um tábua de salvação
na época mais solitária
e sem esperança de sua vida

Ela dirigiu todas as suas
energias a: estudar
e naquela época foi benéfico
Impediu a Flor de entrar
em colapso total

Mas a vida não é imutável
e a qualquer momento pode mudar
de uma forma que não esperamos
e o beneficio de ontem
se torna o prejuízo de hoje

E hoje a Flor vê claramente
ela mudou demais para continuar
com esse tipo de crença
esse tipo de crença hoje
limita a vida da Flor

Mas parece que a Flor tem dificuldade
em simplesmente deixar de crer em algo
Mas tudo bem, afinal
se conscientizar do que acontece
já é o primeiro passo
para mudar qualquer coisa

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Suicídio Simbólico

A Flor ao visitar o blog
de um amigo seu
descobre que esse seu amigo já
pensou em suicídio

E como ultimamente absolutamente
tudo, mesmo uma frase boba,
está fazendo com que a Flor reflita

A Flor imediatamente se perguntou:
Porque será que a maior parte
das pessoas com quem ela está
se entendendo mais no momento
já pensaram em cometer tal ato?

Afinal dizem que atraimos tudo
então deve haver alguma razão
para que a Flor atraia tanta gente
que já esteve pré disposta a tal ato

A Flor apesar dos problemas
nunca pensou nisso. Mas vendo
bem a situação ela não pensou sobre isso
A Flor fez. A Flor se suicidou

Não. Não estou falando de ingerir
um veneno e ganhar passagem para morar
debaixo da terra em um caixão qualquer

Não. Foi um suicídio simbólico
Um suicídio em vida
A Flor continuava suas atividades
Mas ela havia desistido de si mesma

A Flor se via como um problema
um problema sem solução
um fardo aos outros

A Flor "vivia" em função dos outros
O que ela sentia o que ela queria
passou a não ser importante
A Flor apenas existia

Acho que é correto afirmar
que isso é uma espécie de suicídio
afinal é estar na vida
sem realmente vivê-la

Mas algo está se agitando na Flor
parece que algo está despertando
E fazendo com que a Flor renasça.

sábado, 11 de setembro de 2010

Recuperando a Fé em Si mesma

A Flor a cada dia que passa
se convence de duas coisas
a vida é surpreendente
e ela é muito mais forte
do que imaginava ser

Com a Flor aconteceu o que
de pior pode acontecer a alguém
a Flor perdeu a fé em si mesma
afinal quem tem fé em si mesmo
Pode ter questões dificílimas
para resolver que ainda sim
terá forças para continuar

Mas se a pessoa perde a fé em si
qualquer ínfimo problema
se transforma em algo insolúvel
Porque seja o que for
ela não será capaz de resolver

Mas a vida é surpreendente
e encontrou formas de mostrar a Flor
toda a sua força interior

Quando a flor pediu alguém
que pudesse resolver seus problemas
por ela. A vida respondeu o seu pedido

Mas de maneira diferente
a vida lhe encaminhou alguém
que conseguia ver além das aparências
alguém que conseguia ver sua essência

E esse alguém foi capaz de um milagre
foi capaz de fazer a Flor enxergar
sua própria força interior
e que ela recuperasse a fé em si mesma

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

A Nova Floresta

A Flor olha a sua volta
e percebe que tudo está numa nova floresta
Embora aparentemente a floresta continue
a mesma que sempre foi

Como se tudo tivesse mudando
mas apenas para ela e uns
poucos amigos e amigas
mas não para a maioria dos
habitantes da floresta

Para muitas arvores, arbustos e flores
a floresta continua a mesma
Estaria a Flor enlouquecendo?
vendo coisas que não existem?
com uma espécie de esquizofrenia?

Não. Nada disso. A Flor simplesmente
está vendo tudo por outro ângulo
simplesmente mudou seu foco
A mudança interna da Flor
tornou-a capaz de ver as mudanças
que ocorrem na Floresta

Mudanças que ocorrem para todos
mas que nem todos conseguem perceber

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Desesperança

As vezes o insucesso em determinado aspecto
acontece com tanta frenquencia em nossas
vidas que isso isso nos tras desesperança
como se no fundo acreditássemos que
determinadas coisas são impossíveis de
acontecer conosco

Com a Flor isso aconteceu também
em vários aspectos, principalmente
no tocante a relacionamentos
seja ele amoroso ou seja uma
simples amizade.

Quando a Flor sentiu que havia
conseguido uma amizade verdadeira
ficou super feliz. Mas o tempo passou
e houve o rompimento

E a Flor que justamente por ter tido
poucos relacionamentos em sua vida
também teve poucos rompimentos
a Flor não sabia bem como lidar
com a situação que acontece com
muita gente mas não acontecia com ela

E a Flor acabou vendo como uma confirmação
ali estava a prova: amizades não era para ela
a Flor teria de dar um jeito de viver sem isso

Mas o tempo passou a raiva se dissipou
e um reencontro aconteceu com o tempo
a Flor mudou e a amiga também
e a amizade está melhor do que nunca

Então a Flor percebeu que o afastamento
não foi a confirmação de suas antigas crenças
e sim um meio de amadurecimento das duas partes
a fim de tornar amizade ainda melhor
e mais verdadeira.