sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Irmã de Caminhada.

Em determinado momento
a flor achou que seria bom
ela ter uma espécie de irmã de caminhada

Mas entre todos os seus amigos
ninguém entendia o que ela
estava vivenciando no momento
Não era sequer visível
era algo interior e não exterior

Um dia a flor encontrou alguém
com quem teve afinidade instantânea
A flor então a escolheu para ser
sua irmã de caminhada

Mas a flor se esqueceu de um
pequeno mas importante detalhe
Talvez tal pessoa cuja flor
intitulou unilateralmete
como sua irmã de caminhada
preferisse seguir um caminho diferente

E assim ocorreu. E então a esperança
de encontrar uma irmã de caminhada
se tornou uma exigência

E quando isso aconteceu
a causa pela qual a flor
investiu na amizade. Tornou-se
também a causa do rompimento

Afinal não se pode forçar
uma atitude. Os outros tem
o direito de fazerem suas
próprias escolhas

Para manter uma amizade
é preciso deixar os amigos
livres. Totalmente livres

Após o rompimento a flor
percebeu que tinha uma
irmã de Jornada e não se deu conta
E a flor decidiu que dessa vez
dixará sua irmã de caminhada
livre. Totalmente livre

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O que significa?

Alguns dias atrás
eu perguntei a um amigo:
Há lugar para a mente
no ser humano peno?

E a resposta que ele me deu
foi bastante intrigante
Ele me disse o seguinte
O ser humano pleno é o próprio espaço

Eu perguntei a minha mente:
o que isso signica?
E ela me respondeu:
Gosto muito do seu amigo
mas avaliei a frase por todos
os ângulos possíveis
e ela não o menor sentido
ele deve estar gozando
com a sua cara.

Então perguntei a minha intuição:
O que isso significa?
E ela me respondeu:
Não é possível explicar
você terá de vivenciar
Eu tenho uma linguagem
diferente da mente

E se alguém me perguntar isso
eu direi com toda sinceridade:
Eu não faço idéia

Esse poema pode não fazer o menor sentido
Mas esse não é seu objetivo mesmo
Eu só queria me divertir
e consegui
então o poema é perfeito.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Poder de Escolha

A flor tem percebido
coisas interessantes
parece que dentro dela
estão ocorrendo verdadeiras
transformações

A flor está percebendo
que seu poder de escolha
é muito maior do que ela
poderia imaginar

Antes se alguém discutia
perto dela. Ela se sentia mal
mesmo que não estivesse envolvida

Parece que o clima do ambiente
a afetava muito e muitas vezes
o seu humor mudava se o
clima não estivesse bom

Mas um dia aconteceu algo
que a surpreendeu muito
o clima ficou ruim
e ela continuou tranquila
não foi afetada

E foi então que ela percebeu
que ser afetada não é uma fatalidade
não é algo que fatalmente acontece

Que se ela quiser ela pode
permanecer tranquila
utilizando seu poder de escolha

As vezes a flor consegue
outras não
mas ela está caminhando.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Tranquilidade

A flor sente que a nova fase
está cada vez mais perto
está chegando dia do
início de seu trabalho.

E quando esse dia chegar
quanta coisa irá acontecer
quantas novas experiências
surgirão em seu caminho

Sim, a nova fase está chegando
se é que ainda não começou
porque a flor já se sente
muito diferente de um ano atrás
diferente intenamente

A flor se sente mais segura
a for se sente mais confiante
a flor se sente mais autônoma

Apesar de todas as crises
apesar de todos os conflitos
ela está começando a se
sentir bem consigo mesma

E a flor não trocaria isso
pela aparente paz e tranquilidade
que havia antes em sua vida

A flor compreende a gora
que ignorar seus conflitos internos
não os fazem desaparecer
E que eles podem muito bem
coexistir com a aparente traquilidade

Essa é uma tranquilidade que tudo aceita
e de nada reclama. Mas apenas por fora
enquanto por dentro a revolta
continua lá e cresce. Até que explode.

E então vem a crise e com ela
a oportunidade de resolver tudo o
que ficou mal resolvido por dentro
e de se tornar então uma pessoa
verdadeiramente tranquila por fora
e principalmente por dentro

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Como lidar com conflitos

Se relacionar com outras pessoas
pode realmente ser algo muito desafiante
afinal a flor percebeu que quando
ela está se relacionando, as vezes
há uma mistura.

Uma mistura de seus sentimentos e dores
com os sentimentos e dores da outra pessoa
e muitas vezes nessa salada de sentimentos
das duas pessoas em questão
surge o conflito

A flor reparou que quando alguém
reclama de algo que ela fez
muitas vezes não é questão
do fato ocorrido em si
e sim o fato de tal fato
ter lembrando a pessoa de
uma ferida interna

O mesmo ocorre com a flor
as vezes sua interpretação
do que os outros dizem sofre
interferência de alguma ferida

E embora nem sempre consiga
colocar em pratica. Agora ela
sabe melhor como lidar com esse
tipo de conflito

Quando alguém reclamar com ela
a flor não irá se condena por ter
magoado alguém. Afinal pode ser
uma questão da outra pessoa.
Algo pelo qual ela não tem controle

E quando ela sentir vontade de
reclamar com alguém. Ao invés disso
tomar consciência do que a incomodou
tanto no ocorrido.

E quando não conseguir agir assim
a flor não vai se condenar por isso
afinal ninguém aprende a dirigir
em apenas um dia.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Conduzindo a Própria Vida

A flor teve um sonho
ela sonhou que não estava mais
no banco do passageiro do carro
e sim no banco do motorista

A flor acredita que esse sonho
é um símbolo para o que está
ocorrendo em sua vida

Já que a flor está percebendo
que ela não precisa se alguém
ao seu lado está de mau humor
ela não precisa se contagiar com isso

Porque quando alguém se deixa
influenciar por outra pessoa
a esse ponto em realidade
esse alguém está sendo conduzido
por outras pessoas

Ao invés deixar ser conduzida
Chegou a hora de assumir a responsabilidade
tomar o volante e
conduzir a própria vida.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

O que fazer?

O que fazer quando a negatividade
te pega de jeito e você se ve
simplismente repetindo seu antigo padrão
mesmo sabendo que ele não funciona mais?

O que fazer no dia em que você
simplismente não consegue
colocar em pratica suas novas descobertas?

Esse é um dilema que a flor passa as vezes
e passar por isso é complicado pois
é frustrante. Bem a unica resposta
que a flor conseguiu para isso foi:

ACEITAR
Aceitar o foto de que não
será sempre que ela conseguirá
agir, sentir e pensar como a borboleta
por um tempo ela vai as vezes
agir, sentir e pensar como lagarta.

E deixar o processo de tarnsformação
de lagarta em borboleta acontecer
no momento certo e não antes da hora

Se a borboleta sair rápido demais
de seu casulo talvez não consiga voar.

E entender que altos e baixos
são naturais e talvez até mesmo
inevitáveis.