quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Ano Novo

2009 está acabando
2010 já vai começar.
O que será que 2010 reserva
para a vida da flor? Ela não sabe

Deveria ela preparar um plano
elaborado para 2010?
De mesma forma que fez
entre final de 2008 e inicio de 2009?

A flor agora está fazendo uma
retrospectiva de 2009
Muitas coisas aconteceram em
sua vida este ano

Muitas coisas inesperadas
muitas coisas que não estava
em sua lista do que pretendia fazer
em 2009. Algumas foram agradáveis
outras nem tanto.
mas a flor considera o saldo geral positivo.

E é interessante notar que as coisas
desagradáveis, de certo modo, possibilitaram
os acontecimentos agradáveis

Então sua meta para 2010 será
um pouco diferente. Sua meta será:
Continuar sua auto descoberta
tentar reagir aos acontecimentos
com mais serenidade

Não se torturar quando não conseguir
tal serenidade. nem por fazer qualquer
outra coisa que considere negativa.
Ter mais paciência com ela mesma

Enfim as metas da flor estão centradas
em como ela se sente com ela mesma
quanto as outras questões
é só continua com a mesma dedicação de sempre
Isso somado ao fato de a flor começar a se sentir bem
com ela mesma trará a ela tudo o que necessita.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Ditadura Interior

A flor percebeu que
durante toda a sua vida
ela viveu em uma ditadura
interior

A ditadura do seu eu idealizado
essa é uma ditadura que diz como
você deve ser. Nela há uma lista
de emoções permitidas e não permitidas
e quando a flor sentia as não permitidas
então o tirano interior aparecia
e dizia que ela era uma péssima
pessoa. Basicamente a pior do universo

O tirano aparecia e aplicava
na flor uma verdadeira
tortura psicológica

Mas uma das coisa que a flor
descobriu no meio de tantas coisas
meio doidas que estão acontecendo
em sua vida. É que todas as pessoas
tem essa emoções que ela considerava
proibidas. A diferença está em como
lidar com elas. Sentir essas emoções
não faz da flor péssima
faz da flor humana

domingo, 20 de dezembro de 2009

Atraves da Sombra

A flor demorou
mas finalmente entendeu
entendeu que ela não pode
pegar uma parte dela mesma
e fingir que ela não existe

Simplismente por não gostar dessa parte
por acha-la desagradável demais para se lidar
a flor descobriu que nunca conseguirá
descobrir quem realmente é, todas
as suas potencialidades se deixar
de lado uma parte dela mesma

Pode parecer contraditório
mas a flor está se conhecendo mais
atraves de sua sombra, nela também
há potenciais. E por incrivel que parece
atraves de sua sombra ela está conhecendo
melhor a sua luz interior
E inclusive manifestá-la com mais consistência

Ver a escuridão dentro de si mesma
pode não ser uma tarefa muito fácil
mas a flor está fazendo descobertas
atraves dela. E está descobrindo que
é forte o suficiente para encarar seus demônios.

Então é inclusive atraves da sombra
que a flor descobre toda a sua força.


Essa musica também inspirou o poema:

http://www.youtube.com/watch?v=v5jI1qEBkgc

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Porque não poderia ser ela?

A flor vive em um mesmo ambiente
que uma pessoa a qual ela não fala a anos
nem essa pessoa fala com a flor

A flor se sentia rejeitada e totalmente
negada por essa pessoa. E ela nem tentava
se aproximar dessa pessoa. Não daria em nada

Além do mais foi essa tal pessoa que se afastou
Porque teria de ser ela a tomar alguma iniciativa?
Hoje foi aniversário dessa tal pessoa
E depois de lembrar de uma conversa que teve
com um grande amigo dela

Reuniu toda a sua coragem e foi ao local
em que essa pessoa se encontrava e disse:
Feliz aniversário!
E para sua surpresa a pessoa agradeceu

E a flor se sentiu muito bem, mesmo antes
do tal agradecimento. Ela se sentiu super bem
pelo fato de ter superado o medo de se aproximar dele

O agradecimento foi algo legal que aconteceu a mais
mas não foi o mais importante. Então a flor percebeu
que talvez não fosse tão importante quem se afastou
que talvez a pergunta não fosse:
Porque teria de ser ela a tomar a iniciativa?
Talvez a pergunta fosse:
Porque não poderia ser ela?

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Ir além

A flor fez uma viagem
ela ficou na janela do avião
observando a paisagem

Em sua observação a flor
constatou algo interessante
O tempo estasva totalmentenublado
não davapara ver o sol

No entanto quendo o avião foi
subindo a paisagem foi mudando
quando entramos dentro da
nuvem tudo ficou brabco

Porém quando o avião ficou
acima das nuvens va flor
viu um ceu lindo

Então ela percebeu que
as nuvens eram um obstrução
para o sol assim como suas falsas crenças
são umaobstrução para que ela veja
sua verdadceira personalidade.

Então a flor deve ir além das obstruções
da mesma forma que o ovaião vai
além das nuvens.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Talentos

A flor estava convicta
ela não tinha nenhum talento
tudo parecia comprovar isso

Então para a flor era um fato
e um fato inquestionável
ninguém conseguia convence-la
de que isso era uma inverdade

Sua vida parecia deixar evidente
sua total falta de talentos
parecia que ela tinha de
se esforçar muito mais
para atingir os mesmos resultados
que as outras pessoas atingiam

Mas então algo aconteceu
a flor começou uma jornada
de auto conhecimento e descobriu
que ela precisa se esforçar mais
não por falta de talentos

Mas sim pelo fato de
haver tanta obstrução interna
que seus talentos simplismente
não conseguiam espaço para sair
e se expressarem

Mas como agora a flor
está desfazendo as obstruções
seus talentos começam a aparecer
por exemplo quando ela toca teclado
por exemplo quando ela faz os poemas

E provavelmente ainda
surgirão mais

domingo, 6 de dezembro de 2009

O Abandono de si mesma

A flor em sua viagem
em direção ao seu interior
está descobrindo varias coisas
sobre ela. Está descobrindo
pensamentos e sentimentos
que ela não sabia que existia nela mesma

Na verdade não era bem não saber
ela não aceitava que esses sentimentos
pudessem existir dentro dela.

Por isso ela simplismente ignorava
e negligenciava várias partes de
sua personalidade por serem "inaceitáveis"

Mas agora a flor descobriu que
essa atitude tem consequencias
ela percebeu que essas partes
são como crianças que buscam
desesperadamente por atenção

Assim como crianças abandonadas
elas chamam atenção muitas vezes
criando problemas. Mas não com
intenção de prejudicar. E sim
de conseguir os cuidados que precisa

A flor entendeu que não pode
negligenciar parte dela mesma
porque isso equivale a abandonar a si mesma

E quem abandona a si mesmo
não tem condições de estar
satisfeito com a vida










sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Espelho distorcido

A flor está se lembrando agora
de uns parques que ela foi
e nesses parques, dentre outros
brinquedos havia também
espelhos que davam imagens distorcidas

Passeando pelos espelhos a pessoa
via a si mesma de várias formas diferentes
em um a pessoa se via mais gorda do que era
em outro a pessoa se via mais magra do que era

Havia várias outras variações
mas nenhuma delas apresentava
a imagem real da pessoa. Aquilo
que a pessoa realmente era

Então a flor finalmente se deu conta de algo
sempre houve um espelho distorcido na vida dela
esses espelhos eram suas falsas crenças
que a faziam se ver de forma distorcida
interpretar suas reações de forma distorcida
Então ela precisa achar o espelho verdadeiro

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Vulcão

A flor percebeu uma coisa
dentro dela há e sempre houve
um vulcão. E com muita lava
essa lava representa nada mais
nada mesmo do que tudo o que
a flor negava existir nela mesma

O vulcão estava inativo
mas ainda assim ele existia
então começaram a acontecer coisas
que pouco a pouco foram ativando
o vulcão que havia dentro dela

Até que chegou o momento em que
a existência do vulcão dentro dela
Não pode mais ser negada
foi então que ele entrou em erupção
e a lava começou a sair. Mas uma vez
alguém disse a flor que o fogo no taro
representa a transformação e lava é fogo

Então a flor deixará a lava sair
para que dessa forma a transformação
possa ocorrer em sua vida.
E ela sente muito fortemente
que após essa erupção
sua vida nunca mais será a mesma