segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O dialogo Interno da flor

Imagine uma etapa na vida da flor
Uma etapa em que ela está consciente
De que sua raiz forte existe
Mas não completamente
Há uma parte que ainda duvida

E esta parte ainda está ferida
E isso torna-se perceptível para a flor
A flor ao notar que essa parte existe
decide que o melhor a fazer e deixar
que essa parte expresse o que sente

Então essa parte diz de forma raivosa:
Como eles podem fazer isso?
Como podem depois de passarem
todo a minha vida espalhando para mim
E para todas as flores e arvores existes no Jardim
O quanto eu era frágil e incapaz de viver a vida sozinha

Como podem depois de tudo isso me exigem de repente
que eu seja segura e confiante todo o tempo?
Isso quando essas mesmas pessoas pareciam fazer questão
de fortalecer essa imagem de incapacidade em um passado recente

Como posso eu posso me exigir isso agora?
Quando eu mesmo fui a pessoa que mais fortaleceu
essa imagem nesse passado não muito distante?

Depois de ouvir tido isso
então a flor percebeu:
A importância de ter mais paciencia
e compreensão consigo mesma

Nenhum comentário:

Postar um comentário